“Sair com Cristo ao encontro de todas as periferias”

Em sintonia com o Plano Diocesano, propomos neste ano a redescoberta de caminhos que façam ir ao encontro de todas as periferias físicas, sociais, morais e espirituais, para fazer de todos, connosco e em Cristo, uma só família!
O programa não é novo, pois afinal é o próprio programa do Evangelho, que sempre nos desafia a ter um olhar privilegiado para com os pobres, pequenos e humildes, levando a todos, sem distinção, a Boa Nova do Reino que Cristo instaurou. Mas se o programa não é novo, desejamos que seja novo e sempre renovado o fulgor com que o abraçamos, pois esse é um imperativo que resulta da fé no Senhor Jesus.

Esta Boa Notícia reclama por obras: obras de caridade que permitam a cada ser humano mergulhar no Amor de Deus, não obstante as circunstâncias da sua vida, favoráveis ou desfavoráveis. Como disse, S. Paulo “se Deus está por nós, quem pode estar contra nós?” (Rom 8, 31b).

O presente ano pastoral constitui um desafio a dar de graça o que de graça recebemos (Mt 10,8b). Ser cristão é seguir o Mestre, ser seu discípulo, ser sacramento da Sua presença no mundo. Por isso, no desejo de fidelidade ao Senhor, propomo-nos alargar o horizonte da nossa missão à medida da plenitude que Deus é!

Padre Rui Silva