Renovamento Carismático Católico

A SUA ORIGEM

 

O Renovamento Carismático Católico, por vezes também designado como Renovação Carismática Católica, surgiu (na Igreja de hoje) como uma onda de renovação da graça de Pentecostes.

Dons do Espírito Santo

O Renovamento Carismático Católico não é um movimento à semelhança de outros movimentos da Igreja Católica. Por exemplo, ao contrário de outros movimentos, não tem um fundador: foi suscitado pelo Espírito Santo como caminho de renovação da Igreja. O Renovamento Carismático é, de facto, melhor descrito como uma graça, uma onda de renovação que percorre a Igreja impelida pelo Espírito Santo.

 

Ao convocar o Concílio Vaticano II, o Papa João XXIII pedia ao Senhor que renovasse, na nossa época, as maravilhas de então “como um novo Pentecostes”. E, na verdade, pouco depois do encerramento do Concílio surge o Renovamento Carismático Católico na Igreja Católica. No dizer do Cardeal Suennens “o Renovamento Carismático Católico, é uma segunda graça de Deus à Igreja e ao Mundo, depois da primeira graça que foi o Concílio Vaticano II”.

 

UM POUCO DE REFERÊNCIA HISTÓRICA

 

Como nasceu o Renovamento Carismático Católico?

 

Alguns professores e alunos da Universidade do Espírito Santo de Duquesne, em Pittsburg, na Pensilvânia (Estados Unidos da América), reuniam-se frequentemente para partilhar as suas experiências de fé. Reconheciam porém um certo vazio em si mesmos; uma falta de dinamismo e uma clara fraqueza, nas suas orações e actividades apostólicas. Era como se a vida dependesse, em elevado grau, dos seus próprios esforços…

 

Conscientes de que a força dos primeiros cristãos teve origem na vinda do Paráclito Consolador, começaram a pedir insistentemente ao Espírito Santo que manifestasse neles a sua presença cheia de poder para bem da vida espiritual de cada um e êxito dos seus trabalhos apostólicos. Diariamente, todos os membros do grupo, rezavam o “Vinde Espírito Santo”.

 

Entretanto, alguns estudantes do grupo tinham lido o livro “A Cruz e o Punhal” em que um pastor pentecostal americano relata como, na sequência da sua acção no meio de jovens drogados de Nova York, o Espírito Santo operava numerosas conversões. Decidiram então, de 17 a 19 de Fevereiro de 1967, realizar um retiro conjuntamente com o capelão da Universidade. Todo o tempo foi passado em oração e no estudo, nomeadamente dos “Atos dos Apóstolos”. Continuaram pela noite fora, implorando a efusão do Espírito Santo. Muitos dos presentes, nesse fim-de-semana, tiveram a certeza espiritual de que a sua oração fora atendida, pela transformação interior que viveram, pela alegria espiritual que sentiram, naquela experiência de Pentecostes pessoal e comunitária. Isto foi para eles uma verdadeira “actualização de Pentecostes” Sem fundador, tinha nascido o Renovamento Carismático Católico.

 

Esta experiência foi partilhada com amigos da Universidade de “Notre Dame” em Indiana (EUA). Cerca de 30 pediram que rezassem também por eles, para que as suas vidas se tornassem profundamente cristãs. Tornaram-se “homens novos”… A Efusão do Espírito Santo.

 

Graças à força imparável do Espírito Santo, esta fagulha propagou-se como um incêndio em folha seca, invadiu os cinco continentes e tocou nestes 40 anos a vida de mais de 130 milhões de pessoas.

 

CARCTERÍSTICAS E DOUTRINAS

 

Em termos de doutrina o Renovamento Carismático Católico, afirma seguir a Bíblia, o Catecismo da Igreja Católica e todas as demais diretrizes da Igreja Católica, entre elas, os dogmas já fixados no catolicismo romano como, por exemplo, a crença na intercessão dos santos e a Honra a Maria, a Mãe de Jesus.

 

Nas reuniões chamadas “Grupos de Oração”, nos encontros e retiros há grande prática de músicas de louvor, adoração e são realizadas empolgadas pregações e palestras,

 

O Renovamento Carismático Católico, em fidelidade à Igreja, prega que o pecado – acção contrária à vontade de Deus – é a fonte de todos os males existentes na sociedade. Ganância, egoísmo, soberba, vícios, mau uso da liberdade, etc, seriam consequências do pecado do homem.

 

Defende que Jesus tem o poder de libertar e perdoar pecados e que, para isso, basta que o homem se arrependa diante dele e busque a prática do Sacramento da Reconciliação (Confissão).

 

O Renovamento Carismático Católico considera como bem maior para vida do ser humano a Eucaristia, que é o Sacramento no qual está a presença real de Jesus Cristo. Na Santa Missa está a celebração da Paixão, Morte e Ressureição de Jesus Cristo.

Há no movimento também uma forte devoção à Santíssima Virgem Maria, de quem se busca a intercessão junto a Jesus e também como modelo de entrega, esperança e confiança no Deus Criador.

 

Embora o Renovamento Carismático Católico comemore este ano os 50 anos de existência no Mundo, com o Jubileu em Roma com o Papa Francisco, aqui na nossa Paróquia foi reconhecido pelo Patriarcado de Lisboa a 23 de Março de 1999, com o nome grupo Fogo de Amor.

Reunimos todas as quintas-feiras do ano às 21h00m na Igreja da Ramada, com excepção do mês de Agosto.

 

É uma forma muito bela e muito actual de estar em Igreja e rezar a Bíblia. Os seus membros estão inseridos nos trabalhos da Igreja: catequistas, vicentinos, leitores, ministros extraordinários da comunhão, limpeza da Igreja, etc.

Sente-se no grupo a presença do Espírito Santo e é Ele o nosso guia.

 

Escuta o Espírito Santo e se sentires aquele toque amoroso que só Ele sabe dar, vem, estás convidado(a) a cantar, louvar, amar e fazer o bem em nome de Jesus pondo em tudo uma boa dose de Amor, procurando viver o Evangelho na prática. Tudo com base na Bíblia.

 

Contamos sempre com o apoio do nosso querido Pároco Padre Jorge Sobreiro.